BLOG

  • Lais Cattassini

O Mundo em Teksto -14/12

O desenrolar do Brexit no Reino Unido tem te deixado com mais dúvidas? Você nem viu nada sobre a situação política na Alemanha? Ainda quer saber mais sobre o que tem se passado no Iêmen?


A newsletter O Mundo em Teksto faz isso por você e apresenta um conteúdo traduzido e resumido, contemplando tudo aquilo que despertou o interesse da imprensa internacional.

Você tem gostado da newsletter? Considere divulgar para os amigos! Basta enviar esse link: http://eepurl.com/dM7jpw



O Brexit sai ou não sai?

Essa semana foi conturbada na Inglaterra. O parlamento votaria no acordo do Brexit na terça-feira, mas sentindo que suas propostas não seriam aprovadas, a primeira-ministra Theresa May adiou o voto para o dia 21 de janeiro. Enfrentando críticas tanto da oposição quanto de seu próprio partido, May teve sua liderança questionada. Para se manter na liderança do partido e, portanto, como primeira-ministra, May prometeu não se candidatar à reeleição em 2022. O jogo político dessa semana revela a situação complicada em que o Reino Unido se encontra com relação à sua saída da União Europeia. Os membros do parlamento que foram favoráveis ao Brexit exigem uma saída dura, que limite principalmente o trânsito livre de pessoas entre os países europeus. Os que foram contra ainda não perderam as esperanças de que o Brexit será cancelado ou de que um segundo referendo pode trazer um resultado diferente. E um segundo referendo parece ser mais provável do que nunca.

Saiba mais:

Politico - Brexit: pequeno, chato e burro

Foreign Policy - Sem Brexit, sem saída e sem ninguém no comando

The Times - Se políticos não conseguem decidir sobre o Brexit, pergunte à população

The Guardian - May pede a Bruxelas que a salve de um novo referendo

Washington Post - O que a UE perde com o Brexit sem acordo



Sucessora de Merkel é eleita

Annegret Kramp-Karrenbauer foi eleita como a nova líder do CDU, partido da chanceler alemã Angela Merkel. A escolha segue a recomendação de Merkel, o que indica uma visão mais pró-Europa de seus companheiros de partido, embora Kramp-Karrenbauer seja mais conservadora do que sua antecessora. Merkel continua no cargo de chanceler até as eleições federais em 2021.

Saiba mais:

The Guardian - Seria a sucessora de Merkel a salvação da Europa?

The Economist - Annegret Kramp-Karrenbauer assume a liderança do CDU

Foreign Affairs - O que a sucessora de Merkel significa para a política alemã



Consequências de prisão de executiva da Huawei

Em resposta à prisão da CFO da Huawei no Canadá na semana passada, a China passou a deter canadenses em seu território. Dois funcionários de organizações não governamentais canadenses foram detidos na China acusados de espionagem. Como reportamos na semana passada, Meng Wanzhou, CFO e filha do fundador da Huawei, foi presa sob acusações de que a empresa de telecomunicações havia infringido sanções impostas ao Irã. A executiva foi solta sob fiança.

Saiba mais:

National Post - Outro canadense desaparecido na China

Washington Post - Mais um canadense detido na China

Washington Post - Canadenses detidos na China podem ficar incomunicáveis por meses



O futuro dos democratas nos Estados Unidos

Embora as eleições nos Estados Unidos sejam só em 2020, movimentações políticas já estão acontecendo para decidir quem será o candidato do partido democrata que enfrentará Donald Trump. Dois nomes têm atraído o interesse de eleitores e da imprensa e, portanto, merecem atenção: Alexandria Ocasio-Cortez e Beto O’Rourke. Aos 29 anos, Alexandria foi eleita deputada em Nova York e, por ser jovem, mulher e de origem latina, despertou o interesse de eleitores mais novos. Sua idade, porém, é um obstáculo, já que apenas pessoas com mais de 35 anos podem se candidatar à presidência. Mais velho e com mais experiência, Beto O’Rourke fez uma campanha surpreendente por um cargo no senado representando o Texas, um estado conservador e de maioria republicana. Sua trajetória e carisma têm sido comparados ao de Obama. Tanto O’Rourke quanto Alexandria Ocasio-Cortez devem ter papel importante nas primárias nos Estados Unidos e, consequentemente, nas eleições em 2020.

Saiba mais: 

New York Times - Futuras manchetes sobre Alexandria Ocasio-Cortez

Vox - É ridículo que Alexandria Ocasio-Cortez não pode concorrer à presidência

Axios - Por que democratas estão levando Beto O’Rourke a sério



Progresso no Iêmen

Os dois lados da guerra civil no Iêmen concordaram com um cessar-fogo, um indicativo de que o país pode alcançar a paz. O conflito se iniciou em 2014 e tem forte influência da Arábia Saudita. Essa semana, senadores americanos também decidiram colocar um fim ao apoio militar a forças sauditas no país, uma resposta tanto à crise humanitária que o Iêmen enfrenta quanto ao assassinato do jornalista Jamal Khashoggi.

Saiba mais:

Huffington Post - Senadores votam pelo fim do apoio a sauditas  no Iêmen

Washington Post - Opositores no Iêmen concordam com cessar-fogo

Reuters - Irã vê cessar-fogo no Iêmen como um indicativo de paz



O Brasil lá fora...

Como a imprensa internacional tem visto o Brasil...

Reuters - Brasil faz intervenção em estado na fronteira com a Venezuela

The Guardian - Mineração ilegal na Amazônia se tornou uma epidemia

Reuters - Brasil deixará pacto de imigração, diz ministro

New York Times - Médium celebridade no Brasil é acusado de abuso sexual

The Guardian - Casais homossexuais no Brasil apressam casamento em antecipação por Bolsonaro

Quer oferecer uma newsletter semelhante a seus parceiros e clientes? Ou tem vontade de traduzir o seu site? A Teksto pode te ajudar! Entre em contato!





0 visualização
ContatO
Contact info
  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Black Twitter Icon

©Teksto